Beta-Key

Betaína HCL 95% não-higroscópica

A betaína é o derivado trimetílico do aminoácido glicina e um aditivo amplamente utilizado para dietas animais. Devido à sua estrutura química, várias funções foram descritas para a molécula de betaína:

Doador de metila

No metabolismo, grupos metil livres são gerados por várias reações metabólicas, como a síntese de creatina, carnitina e outras. Tanto a colina quanto a betaína podem ser usadas como um doador de metila no metabolismo, embora a colina tenha que ser convertida em betaína na mitocôndria primeiro. O metabolismo do grupo metil é, entre outros, importante na prevenção da síndrome do fígado gorduroso.

Osmoregulador

A betaína serve como um osmólito orgânico, uma substância que protege as células contra o estresse osmótico, a seca, a alta salinidade e a alta temperatura. Os animais mantêm um equilíbrio em sua estrutura celular, regulando o movimento da água para dentro e para fora das células (osmoregulação). A betaína ajuda a manter esse equilíbrio e tem eficiência comprovada em períodos de estresse térmico.

Efeitos positivos

São relatados efeitos muito positivos da betaína na digestibilidade dos alimentos e na qualidade da carcaça. A betaína é utilizada em dietas para várias espécies animais, como frangos, perus, porcos e rações para aquicultura.

A disponibilidade pode variar em função da região.

Descubra todas as funções da betaína na nutrição animal em nosso livreto Betaína Academy!

© 2020 Orffa • Declaração de exoneração de responsabilidadeDeclaração de privacidadeIniciar sessão